sexta-feira, 3 de abril de 2009

"Poesia in Progress" reflexão



Lá levámos a bom porto mais uma sessão de “Poesia in Progress”. E que porto!

Para começar, às 8. 30H já não havia uma mesa livre no andar onde, normalmente, decorre a sessão e esta inicia-se às 9. 30H…

Entretanto, já haviam sido tomadas providências para que as pessoas que já não tivessem lugar no primeiro piso pudessem usufruir da transmissão, por vídeo, do que ia decorrendo lá em cima.

Como era a primeira vez que tal acontecia, houve pequenos lapsos, necessidade de acertos vários, como sempre acontece quando se experimenta algo de novo.

Bem! Mas olhar para a sala e ver semelhante amontoado de gente, em condições longe de serem ideais, ali para nos ouvirem dizer uns poemas de Pablo Neruda… Dá cá um friozinho no estômago e, ao mesmo tempo, um calorzinho de contentamento e orgulho!

Os “meninos” (sim, porque ninguém tem 15 e 18 anos e dança Rumba daquela maneira) da Rumba, a Bárbara Marques e o João Vinhas, aqueceram, com os seus elegantes requebros e a sua sensualidade, própria da dança, o amor destilado pelas palavras do nosso poeta.

Enfim, com alguns aspectos a limar agora que é para tantos, mais uma vez me sinto muito orgulhosa por poder participar neste grupo que, com a Dina e a sua Poetria, tanto têm feito pela divulgação da poesia.

Se dúvidas houvesse, era só olhar para o número de pessoas que lá estava, nas condições em que estava e, imaginar que, naturalmente, outros lá terão querido ficar e não tiveram onde.

Sem comentários: