sábado, 24 de maio de 2008

"A vida secreta das abelhas" de Sue Monk Kidd


Há uns tempos atrás comprei uma série de livros pelo convidativo preço de 3,50€. Uns porque conhecia os autores, outros porque já havia ouvido falar na obra e outros apenas porque ao ler a sinopse me pareceu que poderiam ser agradáveis. E se não fossem, a verdade é que o prejuízo também não seria grande.

Foi o caso do último livro que li intitulado “A vida secreta das abelhas” de Sue Monk Kidd.

Agradável surpresa. Trata-se de um romance escrito com grande sensibilidade e um sentido de humor algo peculiar. Conta-nos a história de Lily, órfã de mãe desde os quatro anos que, vivendo com o pai repressivo e cruel, ao fazer catorze anos, reúne o pouco que conserva da sua mãe (mesmo as memórias) e parte em busca das suas origens.

Parte com a sua ama, negra, acabando por encontrar uma família, também de negras, apicultoras, que a acolhe e onde aprende a conhecer e a amar o mundo fascinante das abelhas. Aí descobre, ela própria, o calor de uma família bem como desvenda segredos insuspeitados.

A par surgem os problemas de segregação racial que se viviam na Carolina do Sul nos anos 60 e aquilo a que alguém chamou a faceta feminina de Deus.

1 comentário:

De Profundis disse...

Eu também tenho este livro... há meses em pousio numa estante. E agora, apeteceu-me abri-lo...
Obrigada!