sábado, 29 de março de 2008

A poesia é um paradoxo!

(Imagem daqui)

A poesia é um paradoxo!
É a minha opinião.
Fala de amores, de afeições,
de inconsequentes paixões,
de suspeita, de emoção,
tudo em verso, em harmonia,
em perfeita consonância
com alguma inspiração.
Ora se a alma, o alento
berço do meu sentimento,
é insegura, inconstante,
ora triste, ora exultante,
como posso num momento
versejar apaixonada,
sabendo que ao mesmo tempo,
me sinto infeliz, destroçada?
É um disparate, um absurdo
uma total contradição.
Será lógica a poesia?
Eu por mim, acho que não!

4 comentários:

cm disse...

tal como a vida...

um abraço

cm disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Donagata disse...

É verdade, cm concordo inteiramente. Provavelmente mais paradoxal ainda do que a poesia.

nuvem disse...

Eu também acho que não. A poesia nunca poderá ser lógica... Os sentimentos que a inspiram também não o são.

Beijinhos e parabéns por mais um belo poema, aprecio verdadeiramente esta sua veia artística.