terça-feira, 16 de outubro de 2007

"Por detrás da magnólia" de Vasco Graça Moura


Acabei ontem de ler o livro de Vasco Graça Moura “Por detrás da magnólia”. Achei-o muito interessante sobretudo porque retrata a vida de algumas gerações de uma família burguesa proveniente de uma determinada área geográfica, o Douro. Soou-me bastante familiar e fez acordar em mim algumas doces lembranças.

É também a região de origem do meu avô materno e cresci a ouvir referências aos mesmos locais bem como histórias com grandes semelhanças embora contadas de outra perspectiva, do outro lado; o do trabalhador assalariado embora (neste caso), também ele proprietário de terras, vinhedos, rebanhos e outros bens, mas sem o brilho do “senhorio”.

Com liberdades de ficcionista a que associa histórias da sua própria família, de forma ligeira e muito fluida embora de escrita refinada, faz, julgo eu, um excelente retrato de época, quer do ponto de vista dos usos e costumes quer das turbulências próprias da transição da monarquia para a república bem como dos subsequentes conturbados movimentos da primeira república e respectivas consequências económico-sociais numa região que, associava grande peso económico, a uma enorme vulnerabilidade.


Leitura muito refrescante.

Sem comentários: