sexta-feira, 5 de outubro de 2007

5 de Outubro de 1910

Governo provisório reunido (imagem da Wikipédia)
E foi com estas palavras que “O Século” anunciou a proclamação da República em seguida à vitória do movimento revolucionário, no dia 5 de Outubro de 1910 (3ª edição)


A PROCLAMAÇÃO DA REPUBLICA
A’s 8,30 da manhã passava pela rua do Ouro, em triumpho, a artilharia, que era delirantemente ovacionada pelo povo.
As ruas acham-se repletas de gente, que se abraça. O jubilo é indiscriptivel!
A essa hora, no Castello de S.Jorge, que tinha a bandeira azul e branca, foi içada a bandeira republicana.
O povo dirigiu-se para a Camara Municipal, dando muitos vivas à Republica, içando também a bandeira republicana.
O povo em massa dirigiu-se aos quarteis dos Paulistas, Carmo e rua da Estrella, onde foram içadas as bandeiras brancas, dando vivas à republica e à patria, que eram correspondidos enthusiasticamente pelos soldados. A’s 8,20 as forças que estavam no Rocio entregaram-se, acclamando-as o povo com delirio. À hora a que escrevemos, os navios estão salvando a bandeira republicana. O “S. Paulo”salvou egualmente.

Vê-se muita gente no Castello de S. Jorge acenando com lenços para o povo que anda na baixa. Os membros do directorio foram às 8,40 para a Camara Municipal, onde PROCLAMARAM A REPUBLICA com as acclamações enthusiasticas do povo.

O governo provisorio consta será assim constituido: presidente, Theophilo Braga; interior, Antonio José d’Almeida; guerra, coronel Barreto; marinha, Azevedo Gomes;obras publicas, Antonio Luiz Gomes; fazenda, Bazillio Telles; justiça Affonso Costa; estrangeiros, Bernardino Machado.
Governador civil, Eusebio Leão
Em quase todos os edificios publicos estão tremulando bandeiras. A policia fez causa commum com o povo que percorre as ruas conduzindo bandeiras e dando vivas à Republica.

Foi há 97 anos!

Sem comentários: