sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

"Marcado para morrer" de John Dunning


Não sei porque razão escolhi este livro para ler. Provavelmente alguém mo terá recomendado ou terei lido alguma crítica que me despertou o interesse para a sua leitura uma vez que o encomendei especificamente.

Sou apreciadora de policiais. Mas da mesma forma que gosto muito dos bem escritos, bem estruturados, também me desencantam aqueles que até têm um enredo interessante, se desenvolvem dentro de um ritmo adequado mas… estão mal escritos. Enfim, já nem falo dos que não têm nem enredo nem qualidade de escrita…

Não é o caso deste. Não conhecia o autor e gostei do género de escrita e da forma relativamente serena como vai decorrendo a acção.

Todo o enredo se desenvolve em torno de livros (mais um ponto a seu favor no que me diz respeito), valiosos, colecções de primeiras edições que suscitam, inevitavelmente, a cobiça.

O polícia, bibliófilo por vocação,(e que entretanto deixa de ser polícia) vai desenvolvendo essas suas duas valências, ao longo do livro de uma forma em que até parece que as soluções lhe vão vindo à mão por coincidências e consequentes deduções.

Enfim, fez-me lembrar um policial à moda antiga, com um bom argumento e bem escrito.

Sem comentários: