domingo, 11 de janeiro de 2009

Ainda a gripe...


Estou farta, farta, farta.

Estou com gripe, há mais de onze dias. Bolas! Grande praga me rogaram!

Começo a olhar de lado o ANEL. Julgava eu que era a compensação de todo este mau estar. Mas com um período tão longo de reclusão, se calhar eram bem necessários, pelo menos mais uns brincos, ou assim…

A dada altura, a semana passada, julgando que estava melhor, os sintomas estavam mais leves até deu para ir fazer umas comprinhas. Nada de saldos! Não, apenas o indispensável para reabastecer a dispensa.

Mas afinal a coisa não estava tão bem assim. A ideia não foi lá muito boa. Os sintomas pioraram drasticamente e cá estou eu, confinada à casa, pois nem ao jardim posso ir para não apanhar qualquer corrente de ar. Estou uma autêntica flor de estufa.

Cá continuo a tossir desalmadamente até ficar roxa de falta de ar. Tenho uma saca cheia de medicamentos que me acompanham pela casa fora, quase não consigo falar ao telefone porque desato a tossir, os ouvidos estão tapados, o que me obriga a ter o som de tudo muito alto, e a cabeça muito zonza.

E agora que já me queixei o que me apeteceu, embora não da forma que me apetecia (Precisava de usar um vocabulário mais vernáculo para me sentir melhor. Continuaria doente mas muito mais leve), vou acabar esta palermice e continuar a arrastar-me com um livro pelos vários cantos da casa.

14 comentários:

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Passará, mas é muito teimosa e irritante, esta gripe. as melhoras, Donagata.

susana disse...

Nem água, nem tango, nem nada... Estou com saudades! Um beijo, mesmo com a gripe!

Anónimo disse...

Ola Sra Donagata :)
Lamento essa Gripe ainda continuar !
Mas tenho que lhe dizer que Adoro a forma como faz esse relato :) ...
Desejo-lhe Rapidas MELHORAS !!!

Beijo , Anibal Borges .

Donagata disse...

Sofia, teimosa e irritante é apelido!
Bolas! Parece que fui trucidada por algo do tipo da guerra das estrelas.
A cabeça está constantemente num torno mecânico e agora, Créme de la créme,estou surda como uma porta.
Não há nada para isto andar mais rápido? É que fico numa pilha de neubos q'ainda mato um!

Beijos.

Donagata disse...

Susana, também eu tenho saudades que mais não seja de por o nariz fora da porta. Agora tango e água, tenho p'ra mim que não será tão cedo.

Beijos com bichinhos verdes.

Donagata disse...

Aníbal, obrigada pelo desejo de melhoras. Quanto ao relato, nem seria bem assim, mas como isto é um blogue familiar...

Beijos.

Arménia Baptista disse...

Donagata «afogue» essa gripe num chá de alecrim e salva!...essa praga maldita parece que toca a todos!!! (acabo de regressar ao trabalho após 8 dias de clausura...espero ñ recair)
Desejo-lhe rápidas melhoras (e, já agora, pragueje pode ser q ajude!!:))
bjs

Clara B disse...

As melhoras! Está mesmo a precisar de um chazinho, melzinho e muitos miminhos, enfim, tdo o que puder ajudar!
beijos

Alda M. Maia disse...

“Abafa-te, abifa-te e avinha-te” (à boa maneira do nosso Norte, é melhor dizer: abinha-te) e ponha de lado os medicamentos. Quem sabe se essa irritante gripe não irá embora de vez!?
Que esta semana lhe traga as melhoras que tardam.
Um beijinho

A.Teixeira disse...

Deu Forte, não hajam dúvidas. Até afectou o ritmo costumeiro das recensões em situação de reclusão...

Os meus reforçados votos de melhoras!!

Donagata disse...

Obrigada a todas. mas para ser franca, lá o abafar-me ainda é possível agora o abifar-me e o "abinhar-me", isso é que já não sou capaz. É que nem me apetece sequer pensar no cheiro da comida ( e estou sem olfacto!).
Isto lá há-de ir, acho eu; se não levar 30 que leve 31 dias.

Beijinhos (eu não sei se esta coisa se transmite por cabo...)
Ah, mas estou a usar whireless!

Donagata disse...

Tens razão A. Teixeira. Mas é que as palavras agora deram para não pararem quietas no mesmo sítio... levo o triplo do tempo a ler.
Mas vou fazendo o que posso...

Beijos.

Tais Luso de Carvalho disse...

Ô, querida Donagata, chá com mel e resguardo!! Não saia enquanto não estiver boazinha!

Beijos e melhoras!
Tais

Donagata disse...

Pois Tais. O pior é que eu julguei que já estava melhor, saí e levei uma daquelas recaídas que o médico, ainda ontem, me disse que estava para durar.

Obrigada pela visita .

Beijos nem mando que não dei se os bichinhos viajam por cabo...