quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

PARABÉNS!


Cem anos!

É verdade, Manoel de Oliveira completa hoje 100anos. E não são uns 100 anos quaisquer (se é que é possível haver 100anos quaisquer), são 100 anos de uma vida que, seguramente, deixará uma marca indelével no nosso panorama cinematográfico.

Gostemos ou não, é, sem dúvida, a maior referência nacional na área do cinema.

Na apresentação do primeiro filme que realizou, ainda mudo e financiado pelo pai “Douro faina fluvial”, foi de tal modo pateado e assobiado que levou os críticos estrangeiros que a ele assistiam a perguntar se era assim que em Portugal aplaudiam!...

Embora a sua relação com o público não seja fácil, Manoel de Oliveira ama o cinema. Considera-o a síntese de todas as artes; algo de fantástico que o encanta e o completa!

(Foto de Sousa Dias)

Aqui, uma homenagem que eu acho que apreciará com humor.


3 comentários:

Anónimo disse...

Ola Sra Donagata :)

Bom Dia e os Parabens ao Sr Manuel de Oliveira , nao sao todos q festejam 100 Anos !!!

Beijo , Anibal Borges .

jrd disse...

O criador de Aniki Bóbó não será o meu favorito, mas é uma figura notável do cinema e os seus cem anos são muito mais do que o filme de uma vida.

nuvem disse...

100 anos... Pois, diga-se que o senhor também não vive às pressas! Devagarinho se vai ao longe :)

Admito que não sou propriamente admiradora deste realizador, mas reconheço a sua obra no mundo do cinema português. E uma vida pela sétima arte, merece uma vénia.

Beijinhos, muitos :)