quarta-feira, 20 de agosto de 2008

You Sexy Thing...

Dia muito negro!

Hoje de manhã resolvi (infeliz decisão) vestir uns corsários brancos, muito bonitos, que havia usado em férias o ano passado mas que ainda não tinha tido oportunidade de pôr este ano.

Vou toda contente buscá-los, aprecio-lhe os pormenores de elegância e, satisfeita com o que vejo, lá enfio o pé direito, a seguir o esquerdo, puxo com jeito primeiro, depois com menos jeito e com mais força e, por fim, desesperadamente para que os estúpidos dos calções que nem são bem calções nem chegam a calças, passassem a parte arredondada das ancas e chegassem até onde tinham obrigação de chegar.

Depois de muitas contorções, de alguns saltos e uns tantos puxões, lá consegui enfiar-me na estranha peça de vestuário (que, devo dizer, já não me parecia assim tão elegante).

Bom, lá que consegui, é um facto. Outro é que além de comprometer inteiramente a minha mobilidade, acumulavam-se, logo acima da cintura, umas zonas um tanto bolbosas, penso que emigradas de mais abaixo por lá não terem cabimento, que me davam um look algo estranho.

Possíveis conclusões:

1. Os calções encolheram;

2. As calorias, os tais bichinhos que durante a noite encolhem as roupas que guardamos nos roupeiros, haviam atacado forte e desapiedadamente;

3. Aqueles não eram os meus corsários, alguém lá foi trocá-los;

4. Hoje estava com uma tremenda de uma retenção de líquidos;

5. Estou um tudo nada mais fortezinha embora não pareça…

Agora pergunto:

1. Para que raio é que perco tantas horas a malhar no ginásio sofrendo horrores nas mãos de sádicos/as que se comprazem em fazer sofrer o pessoal (e se eu sofro!)?

2. Porque é que passo a vida a comer saladas de todas as espécies e feitios há tanto tempo e de tal forma que até já esqueci o sabor de certos alimentos?

3. Porque é que me trocaram os corsários, hã?!!!

4. E quem foi o/a insolente?

5. E agora como vou para férias sem os ditos corsários brancos?

Momentos tenebrosos se avizinham!

Não sei quem vai pagar por isto, mas que alguém vai sentir na pele, disso não restem dúvidas!

(O mais provável é ser eu. Ou então resigno-me calmamente ao estatuto de “Sexy XXL”, o mais plausível, aliás!)


(Imagem: "Woman with a dog" by Fernando Botero)

10 comentários:

Alda M. Maia disse...

Mas os corsários brancos entraram e não rebentaram as costuras: é já uma vitória e um benefício das saladas, não acha?
Diverti-me a ler os seus protestos contra as saladas e massagens! E recorrendo a Botero, mais as caluniou.
Boas férias
Alda

Pedro Branco disse...

No coments...

Donagata disse...

Alda Maria, não são massagens as razões do meu protesto. Não. É exercício físico, do duro, daquele que nos põe sem conserto; aulas dadas por professoras/es que fazem da tortura o seu meio de conquistarem a felicidade suprema; o seu Nirvana...

Antes fossem massagens, aí a gente leva mas ao menos está assente numa marquesa sem ter que se movimentar e suar as estopinhas...

Beijos. Bom fim de semana.

Donagata disse...

Pedro, percebo também que, ao leres isto, nem te sobrem comentários...

Beijos.

BlueVelvet disse...

O que eu me ri com este texto.
Junta-te ao grupo: aconteceu-me a mesma coisa, mas não foi só com os corsários brancos. Havia vermelhos, estampados e até pretos.
O PIOR É QUE TENHO A CERTEZA QUE NINGUÉM OS TROCOU.
sÓ PODEM TER SIDO AS CALORIAS QUE ATACARAM O MEU ARMÁRIO!
Beijinhos solidários

Donagata disse...

Ainda bem, bluevelvet que alguém se ri! A mim dá-me cá uma fúria.

Raio de bichos, essas calorias. E é que não há forma de as exterminar.

Beijinhos

ps. Aguardo ansiosamente as partes subsequentes da "novela" que está a escrever.
Estou a adorar.

susana disse...

Calorias são bichos?
Ai que desactualizada que eu ando...
Ginásio + saladinhas = dieta de yo-yo... cheira-me que pode ser por aqui...
E vai ao ginásio porque nós já não passamos sem si. basta faltar um diazito ou dois e já anda tudo preocupado consigo. olhe a responsabilidade, que depois as aulas não nos correm bem...

Donagata disse...

Já regressou? Já estava com saudades!
Um beijo.

Taís Luso disse...

Olá, Donagata, este problema é universal após os 40 aninhos: Já não entramos nas blusinhas de outros tempos, nos corsários, nos jeans... O melhor é trocar o guarda-roupa para um número acima! Aí fica a sensação de estarmos magras, aquela doce e falsa ilusão!
Estou andando pelo teu gostoso blog, fazendo um passeio gostoso e me divertindo muito. Além de aprender outras. Obrigada pela tua visita tão gentil e carinhosa.
Um abraço aqui de tão longe. Vou continuar por aqui, descendo... descendo...
Tais Luso

Donagata disse...

Tais, acho mesmo que vou seguir o seu conselho. É muito mais ajuizado. Contudo, depois dos 40 aninhos bem eu disfarcei; agora depois dos 50 é que a coisa se está a complicar uma vez que as calorias estão no auge da sua actividade. A verdade mesmo é que eu não prescindo do ginásio. É um local que me faz sentir muito bem física e mentalmente. Aquilo já é mais uma família...

Um beijo longo, dada a distância, e obrigada pela visita e pelas palavras simpáticas.

Eu vou muitas vezes ao seu espaço, a verdade é que nem sempre deixo comentário.Todavia, de uma forma ou de outra, aprecio sempre os seus postes.