quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Gostaria de te oferecer, amor...


Gostaria de te oferecer, amor
Palavras que tu sentisses
Sem equívocos, sem dúvidas,
Poderem apenas ser minhas.

Gostaria de saber, amor
Embrulhar-te no meu abraço
Incendiar-te com este fogo
Que, embora sereno,
Arde ainda com fulgor.

Gostaria de te mostrar, amor
Esta pessoa que te chama,
Este coração que te ama
E esta alma despida
Por ti, para ti,
Amor da minha vida.

Donagata em 2008-02-14 (Imagem: True Love by Sorin)

2 comentários:

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Amor ridículo, por quem vivemos.

Anónimo disse...

LINDO LINDO LINDO !!!
MARAVILHOSO ...


Beijo , A.B.