quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Mais um aniversário, mamã!



Se

Se não tivesses sido atenta, não darias por nós.

Se não fosses opinosa, não nos obrigarias a refutar.

Se não fosses loquaz, não nos ensinarias como falar.

Se não fosses rezingona, não aprenderíamos a tolerar.

Se não nos ralhasses, talvez nos fosse mais difícil encontrar um caminho.

Não fora a tua tenacidade e não teríamos aprendido a lutar.

Se não fizesses, se não fosses, se não nos tivesses amado tanto.

Não serias esta Mãe, esta irmã, esta avó, esta cunhada, esta sogra, esta tia.

E não teríamos o extremo privilégio de aqui estar

hoje que os oitenta e dois anos completas

para contigo os celebrar.

PARABÉNS!


9 comentários:

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Parabéns à mãe... e à filha!

LS disse...

Embora ausente, participo inteiramente nestes parabéns à nossa matriarca.
LS.

Chatwinesque disse...

Muitos parabéns à tia, cuja vitalidade não parece diminuir com os anos.
ZP

Donagata disse...

Foram todos entregues. E é verdade, a vitalidade, a tenacidade e a teimosia não diminuem mesmo. O vigor é que não é já o mesmo.

Obrigada por ambas.

susana disse...

Lembro-me de um post similar há um ano atrás. parabéns dobrados. Que veja um novo daqui a um ano!

Vou de férias. Voltarei. Jocas.

Há lá em casa um post Ler, ler, ler... Vá só ler o cabeçalho. As coisas que me faz fazer!

Donagata disse...

Boas férias! Agora vou a correr ver aquilo de que, aparentemente, sou culpada.
beijos.

pin gente disse...

parabéns à mãe e a todos os que com ela estão e são!
beijos
luísa

Donagata disse...

Obrigada Luísa. serão entregues.

Cristina Loureiro dos Santos disse...

É verdade, ela é isso tudo, a tia! Um beijinho grande para ela e muitos muitos parabéns! Para a tia e família mais próxima :)

(só faltava eu... mas na verdade estive fora uns tempos... estou desculpada?)