quinta-feira, 16 de julho de 2009

A Quintinha (Uma história de enquintar!)


Vou contar-vos uma história,

difícil de compreender.

Mas um facto é um facto,

não há como o esconder.


Todos quantos aqui vêm,

sabem que gosto de ler.

E depois, nas horas vagas,

lá vou tentando escrever.


É algo que muito me apraz,

(embora me escasseie a mestria),

e do jeito que sou capaz,

vou dando forma às palavras,

desculpem, é uma mania,

e torno-as dor ou mel …

em frases que se escapam

e se espalham no papel .


Pois agora, ultimamente,

vá-se lá saber porquê,

ando distraída, ausente,

sinto que algo está a mudar.

Não é que esta fraca escrevente,

em vez de se tentar apurar

nas letras, de que tanto gosta,

pega nas alfaias às costas

e p'ra a quinta vai labutar!!!


E lá planto, semeio, colho,

toda cheia de vontade.

Mas que parvoíce é esta,

Se o que eu gosto é da cidade?!!!


Tomo conta das vaquinhas,

das ovelhas, das galinhas,

recolho ovos e leite,

colho cerejas e maçã

e tudo com um deleite,

como se não houvesse amanhã!


Internem-me! Peço eu.

Isto está a ficar um vício!

E já que a culpa é tua, Rafael,

(e olha que não tens indulto),

vê se arranjas um empenho,

daqueles bons, dos de antanho ,

para eu voltar às palavras

e estendê-las no papel!


O que eu me esqueci de dizer,

é que a Quinta é a brincar!

E se me apetece ler, trabalhar, escrever,

ninguém me pode enredar.

Mas apesar dos compromissos,

que não posso descurar,

quando dou por mim... já fui,

sorrateira e a disfarçar,

para a Quinta “encher chouriços”,

e o trabalhinho, a aguardar!


É ou não é um caso sério?

Um caso para me inquietar?

Donagata em 2009-07-16

9 comentários:

Tia_Cunhada disse...

Que história tão gira...
Beijo

Donagata disse...

Gira e verídica.

eu, do alto do meu salto disse...

5 estrelas :)
Muito divertido lê-la hoje.

Donagata disse...

Ainda bem que gostou.
Sabe, tenho dias...

Beijos.

wallper.lima disse...

Gostei muiiiiiiiito do que li! Imagina... se distraída e ausente, brincou com as palavras, quero vê-la compenetrada e presente!
Bjos
Wal.

Donagata disse...

Difícil!

pin gente disse...

eheheh
já ouvi falar dessa viciante quinta.
eu ía dar-te os parabéns, dizer-te que é delicioso sujar as mãos... eheheh

gostei imenso do que escreveste, celeste.
grande beijo

ps - obrigada por ontem.

Donagata disse...

Obrigada pelo elogio à brincadeira.
Quanto a ontem, fiz o melhor que consegui nas condições em que estava.

A tua poesia é-me muito próxima. Visto-a com facilidade. Só não sei se da forma que esperas que seja vestida...

Beijos.

pin gente disse...

consegues vesti-la da forma que gosto. obrigada!
beijos