domingo, 20 de julho de 2008

Quase não vi o mar...

(Imagem: Fotografia de Joana Almeida - Bodrun)

Estou perto do fim de Julho e quase não vi o mar!
Que saudades do seu mistério, da sua espuma, da sua cor,
das algas, do seu cheiro, dos seus lamentos, do seu fragor,
do seu frio toque, da vastidão, do seu lascivo ondear.


Estou quase no fim de Julho e tão distante do mar!
Será preguiça? Temor? É um medo que sinto ter,
que em fitando o seu azul, ao meu olhar estender,
me surjam recordações que prefiro deslembrar!

9 comentários:

susana disse...

Há pessoas que conseguem escrever aquilo que muitos sentem. Como me identifico com estas palavras!
Gosto muito deste poema.

Mar Arável disse...

CORAGEM MINHA AMIGA

jrd disse...

Mas, se o horizonte é já ali ao alcance das (suas) palavras liquidas!?...

Pedro Branco disse...

Vai!

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Mar espelho das memórias
do azul intenso
do que fomos
do abismo imenso
do que seremos.

Bjs, e que o mar te preencha.

mundo azul disse...

...não podemos ser prisioneiros das lembranças... Talvez, olharmos logo e bem de frente, para que ela se enfraqueça...
Também gosto muito do mar!


Beijos de luz e o meu carinho...

nuvem disse...

Então e as outras recordações?
As que a fazem sonhar?...

Bonito poema.

Mil beijos meus

BlueVelvet disse...

Tomara saber escrever isto assim.
Porque sentir, sinto-o.
Lindo.
Beijinhos e boa semana

Anónimo disse...

Ola Sra Donagata :) ...
O Mar ... Esse Mundo LINDO q É o Mar ...
Sabe ... eu conheço o Mar mmo mto Bem ... Conheço a sua Suavidade e a sua Raiva ...
Conheço o seu Massajar de " Mar de Carneirinhos " , e conheço Toda a sua raiva ... quer à superficie , quer em profundidade !...
Mas Acredite , O Mar será sempre aquele Azul Imenso .. sempre lá para Nós !...
É engraçado ... ao Lê-la tb eu viajo e me Recordo de mtas e mtas coisas !...

O meu mto Obrigado !

Beijo , A.B.