quarta-feira, 30 de julho de 2008

"A Fenda" de Doris Lessing


Excelente livro. Apresenta-nos, de forma efabulada, belíssima e incrivelmente imaginativa, o desenvolvimento da espécie humana a partir da mulher. Esta, confinada e acomodada ao seu reduto, dominado pela “Fenda” e pelo mar, era única. Ela própria uma “fenda”. Vai-se reproduzindo por partenogénese, controlada pelos ciclos da lua, nascendo sempre fendas.

Vê o seu mundo vacilar quando, contrariando tudo o que conhecem, começam a nascer os “monstros”…

Escrito de uma forma muito original, a narrativa vai-se desenvolvendo através do testemunho de um patriarca romano, historiador, que tem consigo documentos baseados nos testemunhos orais dos primevos.

Muitíssimo bom. Um verdadeiro bombom literário. Confirma a opinião com que já havia ficado da autora quando li “O Sonho mais Doce”.

2 comentários:

susana disse...

bem, desta não é comentar por comentar: ou o seu descritivo é bem melhor do que o livro, ou vou anotar para o comprar...
A pobre da Isabel vai ter de ficar mais um bocadinho à espera. Mas dela já sei o que conto e ela não se zanga comigo!

Beijucas

BlueVelvet disse...

Donagata, já li o livro e gostei muito.
Mas ainda gostei mais da sua definição: bonbon literário.
Um mimo...
Beijinhos ronronados