domingo, 7 de março de 2010

Hoje, no Clube Literário do Porto


(Pedro Branco e Zé Manel dos Santos)

Como já vem sendo hábito, normalmente no primeiro domingo de cada mês, realizou-se mais um “Clube de leitores” no Clube Literário do Porto. Desta vez tinha como escritores convidados, os poetas Carla Madureira e Pedro Branco.

Apesar do dia cinzento que se anunciava e do trânsito inusitado no Porto naquela zona da cidade a verdade é que o “piano-bar” estava bem cheio e com pessoas que participaram de forma interessada e assaz pertinente.

(A assistência embevecida...)

Não fora já, só por si, de grande interesse o evento tal como costuma ser, este teve a particularidade de encerrar com um recital de poesia e canções que Pedro Branco, acompanhado pela sua viola e por Zé Manel dos Santos, teve a amabilidade de nos oferecer.

A excelente interpretação de Zé Manel que declamava, em perfeita simbiose com a de Pedro que cantava, conferiram a esta sessão momentos de rara beleza quer pelo conteúdo profundo que os poemas veiculavam quer pelo aspecto cénico revelador de um bom gosto a apostar na simplicidade.

Terminou com um momento deveras emotivo em que foram bem visíveis os “brilhozinhos nos olhos” que aquela lagrimazita teimosa se empenhou em deixar em todos nós.

Bem-hajas Pedro por seres como és e por fazeres de todos nós receptores esfomeados da tua arte.

3 comentários:

zmsantos disse...

Foi com muito carinho e emoção com que todos nos receberam, que aqui deixo o meu bem hajam por estes momentos tão especiais.
Muito grato e até um dia

Zé Manel Santos.

Pedro Branco disse...

Subscrevo as palavras do Zé Manel. Encontro inesquecível, quente e intenso. Só podia ser assim no Porto. Obrigado.

Donagata disse...

Eu, e creio que falo por muitos, é que temos que vos agradecer: a arte, o despojo e a simpatia.

Foi, para mim, um domingo muito bem passado.