quarta-feira, 30 de setembro de 2009

E, novamente, lhe saiu o pezinho do sapato...


"La modéle rouge" de René Magritte

Pois é, duas vezes num tão curto espaço de tempo é algo que nunca julguei fazer tal é o resguardo que procuro ter em falar de assuntos deste jaez.
E o assunto é, como certamente já imaginaram, a comunicação do Sr. Presidente da República que, além de extemporânea , veio apenas aprofundar o buraco em que, no meu ponto de vista, já se havia enfiado e, do qual, terá grandes dificuldades em sair incólume.

É verdade Sr. Presidente de todos os portugueses. Tal como disse (e ouvi a comunicação várias vezes), foram, de facto, ultrapassados todos os limites do tolerável e da decência. Mas por si, Sr. Presidente da República!

Julgo estarem há muito ultrapassados os tempos do PREC e vivermos, de momento, num Estado de direito em que vigora uma democracia estabilizada há muitos anos. Assim sendo, o Presidente de uma República com as características que a nossa tem, não se pode dar ao impudor de emitir (tarde e a más horas), uma comunicação dúbia, demagógica, sem qualquer conteúdo, cujo objectivo além de estar longe de tentar esclarecer coisa nenhuma, ainda se enreda em insinuações não se sabe muito bem de quê ou relativas a quem, mas que contribuirão apenas para piorar o que já estava mal; as relações institucionais entre os dois órgãos de soberania: a presidência e o governo.
E isso, Sr. Presidente, preocupa-me. Como já disse sou uma cidadã atenta e, como tal, julgo que as energias de todos os responsáveis se deviam canalizar para a governação, sobretudo atendendo ao momento difícil que se vive em todo o mundo do ponto de vista financeiro e, consequentemente económico, tornando muito mais difícil o acto de governar..

Mais uma vez, Sr. Presidente, saiu-lhe o pezinho do sapato…

15 comentários:

Mar Arável disse...

Tem razão

o país não é um codomínio

Ainda não sei

quem vai calçar o sapatinho

Bjs

Donagata disse...

Alguma Cinderela por aí perdida... Mas para mim vai ficar tudo na mesma embora, de facto, o não esteja...

Alda M. Maia disse...

Dirigir-se ao País, na hora de ponta e com toda aquela solenidade, só por razões muito sérias - ou então para expressar uma mensagem de interesse geral - é que um normal cidadão as receberia com respeito.
Afinal, o que se verificou foi um grave atropelamento destas condições.

O que aqui escreve retrata-o perfeitamente.
Um beijinho
Alda

Maria Sofia disse...

Donagata, o nosso Presidente já nem sapatos tem para calçar...

Donagata disse...

É um desânimo! Ao que se chega!!!

Anónimo disse...

Li o post,concordo na integra!!!Até enviei um mail(e não EMALE,como ele diz) á casa da Presidência a recomendar um anti-virus que seja bom.Tb não resisti a pedir-lhe para se DEMITIR.
Quando o ex primeiro ministro se tornou Preidente dei-lhe o beneficio da duvida,e até estava a gostar da postura!!Agora veio a lama e cobriu tudo.Demita-se


bem,desculpe usar este espaço
(sou o tal anónimo....mas o segundo ..lol)

Donagata disse...

Não tenho nada contra o facto de usar este espaço. É aberto como já percebeu. A única coisa que peço é que seja utilizado para comentar os posts. E, já agora, gostei do seu comentário.

Para terminar, além de Emale também diz cevile, suprendido, melitare...

Enfim, um achado.

BlueVelvet disse...

E será que a novela termina aqui?
Beijinhos

Donagata disse...

Não, Blue Velvet, na minha opinião ela apenas agora começou...

nuvem disse...

Ó Donagata, não vê que ele foi forçado a dizer o que disse? Forçado a dizer o que disse?... Francamente, que má língua... :p

Beijinhos

Donagata disse...

Tadinho, tadinho. Não havia necessidade (bis)...

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Pois, foi forçado, muito forçado (dedo em riste)... ts ts ts
E supreendido... E sei lá que mais... Valham-me todos os orixás! (estive na Bahía de Todos os Santos lol)

:((

Donagata disse...

Saravah!!

pin gente disse...

ele viu-se forçado! duplamente forçado!!
para quem nunca se engana e raramente tem dúvidas (ou o contrário) só pode ser uma desculpa para tirar a grainha de uva passa do bolo rei, que lhe ficou entalada nalgum dente aquando da sua eleição.

beijo

Donagata disse...

Olha, filha. Já que é presidente, ele que mande tirar as grainhas às passas já que a outra também manda tirar os caroços às cerejas....