sábado, 21 de fevereiro de 2009

Parabéns Blue Velvet


Blue Velvet

Posso lá imaginar algo mais belo

do que uma formosa mulher

vestida da cor do céu, ao anoitecer,

com o toque delicado do veludo,

deixando seus ombros ebúrneos aparecer

bem como o seu colo que, com pudor, aludo,

iluminada por uns olhos brilhantes de fulgor?


Posso lá imaginar algo mais excitante,

do que saber esta mulher

uma mãe atenta, uma profissional lutadora,

alguém que age como e quando quer,

uma mente aberta e penetrante

e, afinal, um ser fremente, em busca de amor?


Sim, só posso imaginar, pois esta mulher, por vezes recalcitrante,

com quem vou falando, ao escrever, e que considero brilhante,

é uma amiga, virtual, das muitas que agora encontramos.

Só que destas, queremos mais, algumas, nós dispensamos.


Donagata em 21-02-2009


A Ti, Blue Velvet, já não te dispenso quase dia nenhum. És um vício que se entranha.

Um beijo do tamanho do mundo e muitos parabéns.

Desculpa a gracinha, mas é apenas isso. Uma gracinha, mas muito sentida.

4 comentários:

BlueVelvet disse...

Já é a segunda vez que hoje choro de emoção pelas atenções recebidas por pessoas que são especiais para mim nesta rede de afectos que se criou.
Muito, muito obrigada, do coração.
Amanhã os presentes recebidos serão postos no meu blog.
Beijinhos

Donagata disse...

Hoje, os beijinhos, são mesmo todos para si.

Muitos.muitos, muitos.

BlueVelvet disse...

Donagata,
sabe aquelas situações em que se tivessemos um buraco nos metiamos?
Pois é como me sinto.
A vergonha pela minha gaffe é enorme e desde já lhe apresento as minhas desculpas.
Mas existe uma explicação que me apresso a dar-lhe:
Eu comento todos os blogs através do Google Reader. Nunca vou ao meu blog excepto para a comentar a si, porq ue por razões que desconheço o reader não aceita o link do seu blog.
Daí que as coisas tenham vindo chegando e eu fui colocando no post.
Entretanto vim comentá-la, vi o poema, deixei o comentário e fui jantar fora, pensando copiá-lo para o post na volta.
Só que voltei muito tarde.
Hoje publiquei o post que já estava pronto e esqueci-me de vir buscar o poema.
Peço-lhe a maior das desculpas, até porque como lhe disse adorei-o e adorei a atenção.
Já lá vou pô-lo.
Espero que me perdoe.
Vou já lá pô-lo.
Muitos beijinhos

Donagata disse...

Não é necessário, tal coisa. Foi uma brincadeira.
Eu sei que gostou e ele está aqui.
Mais ainda; não fiz o "poema" para ser exibido. Fi-lo para si.

Um beijo grande!