domingo, 15 de fevereiro de 2009

O olhar


(Imagem: "Eyes of the soul" by Ellen Spencer)

Quando levanto para ti o olhar

e os meus olhos se prendem nos teus,

tão sofridos,

embora sorriam e brilhem,

tão belos, tão expressivos,

movem-se, embaraçados,

ocultam-se para não chorar.

Interrogo-me,

fremente de raiva,

qual a razão,

(se existe um deus - e eu acho que não),

para que a vida seja, de facto, vivida

careça de ser assim, amarga, sofrida?

10 comentários:

Anónimo disse...

Ola minha Tao Querida Donagata ...
Lamento imenso ... :( ...
Mas o meu Olhar TRISTE também nao lhe pode responder a esta pergunta aparentemente tao simples e na Realidade Tao dificil de saber :( !...

Beijo , Anibal Borges .

Donagata disse...

São desabafos, apenas.

Um beijo.

Anónimo disse...

é gago...pronto!! descobri ...é gago!!sou mesmo o segundo anónino

ps.. muito bonito o post..
peço desculpa,mas é mais forte que eu.............eheehheeh

Donagata disse...

Agradeço o comentário ao meu post. O resto, como já lhe pedi, agradecia que se mantivesse, podendo, contido. De resto, só tenho a agradecer o facto de o ter vindo a fazer.

Obrigada mais uma vez.

Anónimo disse...

Nao ... nao sou gago , nao sou fraco , e também nao sou Homem para me esconder atras de um teclado !
Sou apenas um Homem , com os seus defeitos e uma ou outra virtude !
Mas sou sem sombra de duvida o Homem que te faz tremer quando estiver diante de Ti !!!
Sra Donagata , peço imensa desculpa ... mas também foi mais forte que Eu !!!...

Beijo , Anibal Borges .

nuvem disse...

Há muitas coisas que não compreendemos na vida, principalmente o sofrimento daqueles que mais amamos... E talvez o sofrimento, assim como a felicidade não possam mesmo ser compreendidos. Talvez existam a apenas para serem vividos e para nos transformarem dia a dia naquilo que somos...

Mil beijos

(O poema está mesmo muito bonito...)

wallper.lima disse...

Olá Donagata...Tdo bem?
Suas poesias, falam fundo ao coração, suas palavras envolvem mtos sentimentos, que se misturam e se confundem, pois assim somos como seres humanos- nos indagamos o tempo tdo...mas o que mais me encanta são as coisas escondidas, aquelas que nem todos enxergam que estão por trás das letras, das palavras, dos versos, da poesia...o qual vc prende, e nos "obriga" a interpretar!
Um beijo carinhoso.
Waleria.

BlueVelvet disse...

Se percorreres a net vais encontrar dezenas de pessoas que te responderiam que isso é a vida, e até poetas que cantam loas ao facto de que mais vale sofrer e viver, do que ficar numa concha e não viver.
Nunca concordei nem concordarei com tal absurdo.
Eu queria viver FELIZ. Mas parece que não pode ser.
Quanto ao teu poema, lindíssimo como sempre.
Um grito de alma que entendo muito bem.
Muitos beijinhos

Donagata disse...

Obrigada Waléria por tão bem entenderes as minhas palavras e mais ainda, o que fica por dizer. E concordo contigo. A vida é sempre uma demanda, um chorrilho de dúvidas que se quedam sem resposta. É difícil viver sem ter de ser tudo bem sofrido. Porquê?

Donagata disse...

BlueVelvet, concordo inteiramente contigo. Sou absolutamente contra o "culto" do mártir. Em parte já te disse o que queria dizer ao responder à comentadora anterior.
Enfim, desabafos de mãe.

Um beijo