sexta-feira, 24 de agosto de 2007

A convalescença da Tracy

A Tracy foi ontem castrada. Finalmente, pois ninguém podia já suportar a violência dos seus cios. Fui buscá-la hoje à clínica onde me aguardava com um ar muito triste e olhares ofendidos.
Enquanto lhe faço companhia e numa tentativa de retomar as suas boas graças, vou-lhe lendo algumas coisas engraçadas que outros, mais famosos do que eu, foram dizendo acerca dos da sua espécie.

Tem-me ouvido com muita atenção semicerrando lânguidamente os olhos em sinal de concordância. As frases que vou reproduzir foram aquelas que, indiscutivelmente, mereceram a sua maior aprovação.


“O gato é apenas tecnicamente um animal, visto que é um ser divino” – Robert Lynd

“Mesmo o felino mais pequeno é uma obra de arte” – Leonardo da Vinci

“O gato é a alegria do seu dono ao sol e o seu conforto à sombra” – Francesco Petrarca

“Podes dizer a um cão para fazer qualquer coisa. A um gato, podes apresentar uma proposta razoável” – Michael Stevens

“Deus fez o gato para que o homem pudesse ter o prazer de acariciar o Leão” – Fernand Mery

“Nos olhos de um gato podes observar o tempo, na verdade, a eternidade” – Charles Baudelaire

“Porquê procurar conforto no islão, Budismo ou Catolicismo – um gato dá-te o mesmo e ainda te aquece o colo” –
Charles Darwin

“Se mereceste o seu amor, o gato será teu amigo, nunca teu escravo” – Théophile Gautier

“O teu gato decide que amigos podes ter” – Ruth Gottberg

“Os cães vêm quando os chamas. Os gatos, tomam nota do que dizes e, eventualmente, voltarão ao assunto” – Mary Bly



“Sem um gato na mesa muitos dos grandes livros nunca seriam escritos” – Johann Wolfgang von Gottlieb

Sem comentários: