terça-feira, 23 de setembro de 2008

De mau humor

(Imagem: "Woman at the sea 1960, by Will Barnet)

Olho o mar!

Longe, da ampla varanda, sento-me para o contemplar.

Não quero ir lá. Não quero senti-lo, cheirá-lo, desafiá-lo…

Quero-o distante, quero-me esquivar. Está desigual!

Desprezou o azul profundo, intenso, excessivo.

Está plúmbeo, soturno, marginal.

Deixa-se confundir com as nuvens que o rodeiam,

formando um todo, único, sem começo nem fim.

Está parado, imóvel, sem ondas, sem espuma, sem fragor…

Sem me parecer o mar descomedido, o mar amado. Para mim,

tal como eu, o mar está de mau humor!


Donagata em 2008-09-17

6 comentários:

susana disse...

Hum. Esse tal de virus que a atacou era anfíbio... tadito do mar...

antonio - o implume disse...

Um mau humor do tamanho do mar? Eu não passei por aqui!

Anónimo disse...

Ola Sra Donagata :) ...

Eu passei apenas para lhe deixar um Sorriso :)

Beijo A.B.

Donagata disse...

Obrigada a todos.
Um beijo.

Carla disse...

Faço votos para que brevemente comungue com o azul do céu.

Beijinhos

The Hazy Looker disse...

E o mar pode ser o espelho da nossa alma...

Um beijo grande.