sábado, 12 de fevereiro de 2011

Desabafo

Pois então vejam só se não é criminoso estragar este espaço!!!! Estou em prantos.

Todos os que por aqui costumavam dar uma espreitadela, há já um bom par de anos, se devem ter apercebido de como gosto do meu Health Club. É verdade. Gosto mesmo muito do meu Health Club e… bem, da minha médica de família também.
Havia já algum tempo que eu apenas passeava o meu cartão para cá e para lá (é verdade Susana, sou das que preferia que apenas a posse de um cartão já trouxesse benefícios físicos…) sem que, na verdade, me decidisse a exibir o corpinho e pô-lo a trabalhar.
Verdadeiramente este meu desertar deveu-se a uma série de constrangimentos familiares, de saúde e outros. O que é certo também é que lá se foram dissipando os tais constrangimentos de saúde, os familiares foram-se organizando e encaixando no dia-a-dia restando apenas os outros, a omnipresente e imensa preguiça que me tem acompanhado fielmente em todos os momentos da minha vida.
Até que, vejam só, na semana que passou decidi (sou uma mulher de decisões desde que não seja para ter muito trabalho) reverter a situação. Arrumei o cartão (perdi-o) e toca a fazer hidro e natação como se não houvesse amanhã.
Dá para perceber que tal como do Health Club e da minha médica de família gosto também muito de água. E quem diz de água diz também de descansar entre natações e aulas num belíssimo jardinzinho de inverno onde cultivava a mente lendo o meu eterno livro (que são vários, obviamente, era uma pequena metáfora apenas para dar um ar mais rico à prosa).
Hoje, para não destoar, lá fui eu à minha aulita de hidro que é, por acaso, a mais mortífera da semana mas também aquela de que gosto mais. Vai na volta sou discípula de Leopold Ritter von Sacher-Masoch e nem sabia. A senhora que dá a aula, por outro lado, é sem dúvida seguidora do Marquês de Sade saiba-o ela ou não.
Terminada a aula e lamentando-me da falta de tempo para o cultivo da mente já que o corpo estava por demais amanhado vim a saber que o meu espaço favorito no clube, aquele onde posso estar, ora estendida ora deitada, a absorver mesmo os raios de sol mais envergonhados que o Inverno traz, iria ser transformado numa sala de cycling!!!!!
Confesso que não estava preparada para tal! Fiquei arreliada e preocupada. Mas será que aquela gente não arranja outro sítio para plantar as biclas sem estragar parte daquilo que distingue o Meu Heath Club de um ginásio qualquer?
Ó senhores! Digam lá para onde vai o conceito de bem-estar integrado?!
Mas isto é só “malhar”?
Fiquei preocupada, vim preocupada e ainda estou preocupada.
É que eu sou uma mulher fiel e não estou disposta, com esta idade, a ter de trocar de Health Club (nem de médica de família e também, já agora, nem de cabeleireira). Mas frequentar um ginásio que seja apenas para ir “malhar” e vir embora sem qualquer outro benefício foi peditório para o qual já dei, não resultou e não estou disposta a repetir.

Sem comentários: