domingo, 11 de novembro de 2012

Grito


"O Grito" de Edvard Munch

É este sentimento de impotência
que me incendeia de soslaio.
É esta incapacidade de soltar as amarras do alento
que me segreda raivas que me subjugam.
É este medo, esta angústia que me assola
me paralisa, me aniquila, me morde as entranhas
que me faz gritar de medo. 
Espreito o amanhã
apenas com o canto mais secreto do olhar. 

4 comentários:

Brain disse...

GGGRRREEEAAATTT!!!!!!!

Donagata disse...

THHHHHHANNNNNK'S!!!!!!

A BIG KISS!

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Gostei muito deste teu... nosso grito.

Donagata disse...

Obrigada Sofia. É mesmo um grito necessário. É visceral.
Beijo.