domingo, 19 de dezembro de 2010

Concerto para violino e orquestra

Piotr Iliych Tchaikovsky

Levada pelos doces gemidos do violino,

solto a alma,

perco-me de mim.

Derivo, solta e delicada, por entre trilhos esquecidos

até que sou arrebatada pelas marés vivas da orquestra.

Abraça-me um arroubo de sons inebriantes.

E reinvento caminhos.

Toco a imponderabilidade.

3 comentários:

jrd disse...

Sublime. Quando o poema levita e acompanha a música.

http://bonstemposhein-jrd.blogspot.com/2010/12/saturday-overnighyt-lviii.html

Boas Festas

Donagata disse...

Esta peça faz levitar qualquer um.

Elisabeth disse...

Oi Donagata!Feliz Natal e próspero Ano Novo! Beijocas de Elisabeth de Perfumes Bighouse