terça-feira, 9 de outubro de 2012

Tanto tempo



Tanto tempo, amor!

E todos os risos, os carinhos, as descobertas,
os segredos, os medos, as juras…

Tanto tempo, amor.
E as tuas mãos, os teus beijos, o teu calor
e a saudade na ausência de ti…

Tanto tempo de sonhos, de luares,
de sussurros de mel …
Tantas conquistas.

Tanto tempo nós…
Tanto tempo meu amor.

3 comentários:

Brain disse...

Um tanto, que enquanto bom, é um tão pouco...
PARABÉNS a ambos!

Mar Arável disse...


Ainda é tempo

Donagata disse...

É sempre tempo Mar Arável!